Skip to main content

Público Alvo: o primeiro passo no marketing digital

Publico Alvo

A expansão do comércio virtual mudou a forma como produtos e serviços são vendidos. Dentre estas mudanças, a principal delas está no relacionamento com o cliente.

Se antes, com o atendimento presencial, era mais comum que o consumidor fosse até a loja para escolher os produtos, agora é o contrário. Os comerciantes precisam entender de que forma chegar no público certo para atingir um bom número de vendas.

Desse modo, identificar o público-alvo é primeiro passo para iniciar um trabalho de marketing digital na empresa e implementar sistemas de vendas. Conhecer as principais características dos consumidores é vital para entregar os conteúdos certos e que irão fazer o cliente tomar a decisão de compra.

Sendo assim, neste artigo vamos abordar sobre as vantagens de definir o público-alvo da empresa e como fazer essa definição dentro do marketing digital.

O que é Público alvo

Antes de definir o público-alvo, devemos entender sobre esse conceito do marketing digital. 

A ideia consiste na identificação dos principais consumidores da empresa, com base nas atividades da loja, como as vendas online, acesso nas plataformas digitais e pesquisas na internet.

Com base nestes dados, a empresa pode direcionar suas ações de marketing para este público, que estará mais propenso a interagir e efetuar compras. O ICP (Ideal customer profile) varia conforme o segmento de mercado, valores e região de abrangência.

Desse modo, a plataforma irá utilizar a informação do público-alvo para entregar o conteúdo àqueles que têm mais chances de interagir. Ao promover ações publicitárias na internet, ou impulsionar publicações nas redes sociais.


Diferença entre público-alvo e persona

Os conceitos de público-alvo com persona ainda são muito confundidos pelas pessoas, embora sejam bem distintos.

Sendo assim, para que não haja confusões sobre estes dois termos, vamos trazer uma breve explicação sobre as diferenças de cada um. O público-alvo consiste num comportamento médio de determinados segmentos do mercado e da sociedade, com base nas pesquisas de mercado.

Por outro lado, a persona é a definição do cliente perfeito, criando um personagem que representa fielmente o comportamento destes consumidores. Desse modo, todas as ações de vendas e marketing levarão em conta se aquela persona está sendo atendida nas suas necessidades e desejos.

Cada uma cumpre um papel diferente dentro da estratégia. É por esse motivo que as duas ferramentas podem ser usadas de forma simultânea.

Saiba mais sobre como criar uma persona.

Como definir um público alvo

Após compreender os conceitos de público-alvo dentro do marketing digital e as vantagens para a empresa, é necessário avançar para a definição e implementação nas estratégias de marketing digital.

Portanto, para ter uma definição mais próxima do possível, é necessário colher o maior número de informações possíveis, a fim de segmentar ao máximo os conteúdos e estratégias de vendas.

No entanto, a identificação do público-alvo não depende apenas do olhar para o mercado e os consumidores em potencial. É preciso olhar para dentro da empresa e avaliar qual é o perfil dos produtos e da marca, para qual público ele deve ser entregue.

Por exemplo, se a empresa vende equipamentos para surfe e praia, não basta apenas segmentar os conteúdos para a cidade do Rio de Janeiro. Nesse caso, é necessário entender quais são os hobbies, conteúdos mais pesquisados e faixa etária.

Dessa forma, nos itens a seguir podemos acompanhar de forma mais detalhada esse passo a passo:

Pesquisa de mercado

É possível que a pesquisa de mercado seja a etapa mais complexa na definição do público-alvo. Isso porque devem se considerar diversos dados.

Por exemplo, antes de criar um novo produto ou investir na mudança da marca, o empreendedor deve observar se há uma grande demanda por aqueles produtos. Assim, é possível identificar também quais pessoas podem consumir e onde estão.

Além disso, com a pesquisa de mercado é possível identificar quais são as brechas que o concorrente deixa. No direcionamento do marketing, ou seja na oferta de novos produtos. É nessas falhas que normalmente estão as principais oportunidades.

Saiba mais sobre os 4ps do Marketing aqui.

Análise do produto

Com o panorama do mercado em mãos, agora é o momento de avaliar as condições da empresa de atacar as oportunidades disponíveis. É preciso lembrar que, por mais que se tenha uma grande oportunidade, não podemos fugir da identidade da marca.

Sendo assim, analisar o produto é identificar nele quais são as condições de entregar o que o mercado precisa. Podendo ser direcionado para aquele público-alvo que demonstra interesse se atende às necessidades.

No entanto, caso a empresa ainda não tenha esse produto, é possível produzi-lo a partir das necessidades de mercado. Para isso, porém, deve-se seguir os valores da empresa, posicionamento da marca no mercado.

Características dos consumidores digitais

Pois bem, com a análise de mercado realizada e o produto definido, precisamos agora avaliar quais são as características dos consumidores virtuais.

Essas características não são sobre as compras que costumam fazer, embora seja importante, mas sobre as redes sociais que utilizam, região onde moram, poder aquisitivo, gênero, entre outros.

A partir destes dados já é possível visualizar o público-alvo da empresa e como chegar nele. A equipe de marketing deve desenvolver conteúdos relevantes, conforme as características que possam ser encontradas da forma mais fácil.

Por exemplo, caso seja identificado que o consumidor passa boa parte do dia no Instagram, e interage com perfis sobre conteúdo esportivo e as publicações são sobre atividades físicas, é interessante investir tanto em posts orgânicos sobre o tema, como em anúncios direcionados para esse tipo de consumidor.