Skip to main content

Inbound Marketing impulsiona o mercado digital no Brasil

Inovar a empresa e entrar no mundo digital para aumentar as oportunidades de negócios, não é para qualquer um, saiba como entrar neste universo do Inbound Marketing.

O consumidor está mudando. A cada dia ele se informa, busca e compara para encontrar o serviço que melhor o atende.

Fazer marketing de qualidade, para a pessoa certa, na hora certa, isso é o Inbound Marketing.O consumidor está mudando. A cada dia ele se informa, busca e compara para encontrar o serviço que melhor o atende.

Em contrapartida, somos bombardeados diariamente com um excesso de informações; são e-mails, banners, outdoors, publicidades e anúncios por todos os lados.

Informação essa que nem sempre interessa ao consumidor atingido, o que, consequentemente, não traz resultados a quem anuncia. Fazer marketing de qualidade, para a pessoa certa, na hora certa, isso é o Inbound Marketing.

O que é o Inbound Marketing?

Em tradução livre, o Inbound Marketing pode ser definido como “marketing de atração”. Dito isso, são realizadas ações com o intuito de atrair potenciais clientes para a sua empresa, blog ou site e a partir disso, é realizado um trabalho personalizado de acordo com a necessidade de cada cliente. Diferentemente do outbound marketing, no inbound o cliente procura a empresa e não o contrário.

O mercado digital

A tecnologia se tornou parte essencial de nossas vidas, seja pessoal ou profissional. No geral, todos nós buscamos diariamente na tecnologia meios práticos e eficazes que nos auxiliem a realizar tarefas de forma rápida e segura.


Essa utilização transformou drasticamente a forma com a qual as pessoas se relacionam e fazem negócios; é possível controlar toda sua vida por meio de um celular; é possível comprar todos os tipos de produtos, de frutas a sapatos; tudo o que você precisa está a um clique de distância e com isso surgiu o mercado digital. Mas o que é o mercado digital?

O que lhe vem à mente quando pensa em mercado? Provavelmente um local de venda, compra e troca de mercadorias, certo? É exatamente isso, porém, em âmbito digital e de forma muito mais prática, sem precisar sair de casa. O fato é que e-commerce, perfis no Facebook, sites e plataformas de troca, nunca esteve tão na moda.

Atualmente, 45% da população brasileira utiliza a internet, nos tornando o 4º país em número de usuários. O crescimento diário dessa população digital somado às novas tecnologias como apps de pagamento e chatterbots (oi, Siri!) potencializam esse novo mercado e firmam o seu crescimento para os próximos anos.

Oportunidades no mercado digital

Esse novo segmento de mercado proporciona uma série de oportunidades de inovação, já que é preciso se reinventar para mostrar todo o potencial da empresa e não ser passado para trás.

Aqui, não importa o tamanho da empresa ou quanta verba de marketing você possui; o acesso à informação torna todos esses obstáculos superáveis, possibilitando que todos tenham espaço e sucesso, contanto que se preparem para isso. Empresas que se mantém atentas às novidades e transformações digitais, só têm a ganhar com as possibilidades da web.

Outro ponto positivo, é a acessibilidade que a internet proporciona, tornando-se cada vez mais popular e comum. A modernidade apenas favorece essa inovação e quanto mais acessível ela for, melhor para as empresas que souberem aproveitá-las.

Mas, lembre-se de não enxergar esse mercado apenas como uma corrida tecnológica contra seus concorrentes, daqui alguns anos, outras tecnologias terão surgido e o que manterá a imagem de sua empresa limpa são fatores que nada têm a ver com o digital, como o atendimento e a qualidade do seu produto/serviço. Esses são fatores imutáveis que não devem ser deixados para trás.

Quanto custa?

Para muitas empresas, o que mais pesa na hora de investir em marketing digital é o orçamento. Por mais que os custos sejam menores comparados aos custos do marketing tradicional, ainda existem custos.

Contratar profissionais especializados e ferramentas adequadas pode não sair tão barato quanto o esperado. Por isso, é necessário pensar muito bem no resultado que deseja atingir e nas prioridades da empresa, para investir nas ferramentas corretas e não jogar dinheiro fora.

Como em qualquer outra área, conforme o segmento ganha destaque, novos anunciantes surgem e os custos consequentemente aumentam, mas para obter bons resultados é preciso investir.

Apenas em 2016, o custo de anúncios para o Facebook aumentou em 74%, de acordo com estudo realizado pela 4C Insights. Ao todo, os custos dos anúncios digitais aumentaram em média 12% de 2015 a 2016.

Um estudo realizado pela AdStage mostrou que apenas em 2017, o CPM (Custo Médio por Impressões) do Facebook aumentou 171%, enquanto o CPC (Custo por Clique) aumentou em média 136%.

Portanto se você não pretende investir, é bem provável que fique atrás da concorrência.No geral, será preciso investir em:

  • Profissionais e serviços especializados
  • Mídias e ferramentas
  • Infraestrutura
  • Links e posts patrocinados
  • E-mail marketing
  • Agência especializada (em alguns casos)

Os preços, obviamente, variam de acordo com a região e necessidades do cliente. Pesquise bastante antes de contratar algum serviço e lembre-se: o barato às vezes sai caro. Invista em boas ferramentas, bons profissionais e boas estratégias, tudo isso trará retorno positivo para a sua empresa.

Planeje o próximo ano Agora que você já entendeu um pouco mais sobre como funciona o mercado digital, é hora de se preparar. Sente, respire e coloque no papel tudo o que deseja para 2018.

Trace seus objetivos, monte um orçamento e planeje o seu investimento e suas estratégias de marketing.

Lembre-se de que tudo em que você investir será devolvido à sua empresa, positiva ou negativamente.

Não arrisque, contrate profissionais e serviços qualificados e aproveite os benefícios que esse investimento lhe trará!