planejamento de vendas essencia para crescer

Planejamento de vendas: seja para vendas on-line ou off-line, o planejamento de vendas, com metas claras de investimento, é fundamental para que a sua empresa cresça e apareça.

Sílvio Santos, um dos maiores empresários da história do Brasil, disse certa vez:

“Só não consegue os objetivos quem pretende dar o passo maior que a perna, quem acredita que as coisas são fáceis. Todas as coisas são difíceis, todas as coisas têm que ser lutadas”.

Um Planejamento de vendas é analisar antes de entrar em ação com objetivo de identificar os riscos, medir esforços e retorno.

Podemos dizer que Sílvio é também um dos maiores vendedores desse país e a frase dele igualmente se aplica ao seu planejamento de vendas: seja na operação off-line seja na on-line, a competição é grande e seu sucesso será diretamente proporcional ao seu investimento.

Uma equipe de vendas requer um investimento significativo, porém, sem ele, o seu negócio não cresce.

A estatística nacional aponta para o fechamento de 2/3 das empresas nos seus dois primeiros anos.

Isso acontece porque o empreendedor está sufocado tentando dar conta de várias tarefas para economizar e assim ter capital para a empresa crescer.

Sem planejar as vendas, sem uma equipe bem treinada, o círculo vicioso se completa e a empresa afunda. É hora de assumir as rédeas do seu destino.

Quanto custa uma equipe de vendas off-line?

Quando falamos em equipe de vendas off-line estamos nos referindo àqueles diretamente responsáveis pelas vendas: o próprio empreendedor, funcionários de balcão e vendedores contratados, por exemplo.

Na ponta do lápis você precisa considerar:

  • Salário de cada funcionário + benefícios (vale-transporte, vale-alimentação, seguro-saúde, etc.) + deslocamento (gasolina, motorista, “Uber”) + impostos;
  • Salário de um supervisor + benefícios (vale-transporte, vale-alimentação, seguro-saúde, etc.) + impostos;
  • Manutenção dos materiais necessários (mobiliário + computadores + outros eletroeletrônicos) para que a pessoa atuar;
  • Treinamentos técnicos e motivacionais;
  • Telefone + água + luz.

Por fim, pode existir mais custos, com gráfica (material de visitas), uniforme se o for caso entre outros. Aqui é necessário levantar todos os custos envolvidos.

O resultado tem que cobrir esses custos fixos, mais um percentual dos custos para manter a empresa (o salário do empreendedor/ sócios + aluguel + impostos). A sobra será o seu lucro. E aí, a conta fechou?

Dica importante: Quem defini o preço de vendas é o mercado. O quanto está disposto a pagar pelo seu produto ou serviço, quanto gera de valor/benefício ao comprador.

Quer saber mais sobre equipe de vendas, como fazer a prospecção 2.0, http://www.legions.biz/blog/prospeccao-vendas-2-0-para-alavancar-as-suas-vendas/

Não ter essa equipe, quanto custa?

Sim, se não tem ninguém empenhado em buscar novos clientes, você terá que redirecionar alguém da operação para isso.

Muito provável alguém que não tem tempo, experiência ou a técnica necessária para conseguir uma taxa de conversão minimamente satisfatória. Às vezes o próprio dono/empreendedor.

É fácil concluir que sem o planejamento de vendas, esse improviso cheira mais à prejuízo do que a qualquer outra coisa.

Marketing digital no planejamento de vendas

“Ma oê!”, diria Silvio Santos. As regras do planejamento de vendas se aplicam aqui também: “Todas as coisas são difíceis, todas as coisas têm que ser lutadas”, disse o homem que oferecia todos os domingos R$ 1 milhão em barras de ouro.

O mercado on-line atrai 20% dos internautas brasileiros e é cada vez mais disputado: um site sem marketing digital não passa de um cartão de visitas on-line.

O que irá convencer o seu cliente em potencial de que é de você que ele deve comprar? Apenas um layout caprichado? Não mesmo.

Publicar um anúncio no Facebook sem embasamento não irá atrair seguidores para a sua página e muito menos torná-los consumidores.

O marketing digital reforça a sua marca, lhe dá visibilidade e, principalmente, vende.

Quem entra nessa área em busca de resultados reais, investe em cursos, SEO, Google Adwords, marketing de conteúdo, redes sociais, equipes especializadas e/ou dedica dezenas de horas para compreender melhor as técnicas de marketing ideais para a sua persona, digo: seu público ideal, para, enfim atrair o lead – ou seja o contato, um potencial cliente qualificado que tem maior propensão a comprar o seu produto.

Saiba mais sobre persona http://www.legions.biz/blog/persona-como-criar/

A relação custo x benefício é interessante porque diminui drasticamente a taxa de ligações frias: sua empresa estará conversando com quem já quer o seu produto/ serviço.

Quanto tempo você irá economizar e quanto dinheiro irá lucrar ao entregar para sua equipe de vendas (ou que seja para você mesmo) uma ampla relação de contatos quentes?

Planejamento de vendas mês a mês

Seja no on-line ou no off-line, esse investimento precisa estar em entre as suas prioridades. Por meio do planejamento de vendas, você irá identificar qual soma poderá aplicar mês a mês e qual a estratégia mais adequada a ser desenvolvida ao longo do ano.  Tenha em mente: os feriados, datas comemorativas, ambiente tributário, sazonalidades.

Conclusão

Montar um estrutura off-line ou on-line exige planejamento e principalmente financeiro, saber o custo da equipe/estrutura e quanto tempo isso irá se pagar.

Uma equipe comerciar sem leads (contatos) qualificados irá demorar ou corre o risco de não performar e todo seu investimento na área comercial ir pelo “ralo”.

Investir em marketing digital ou outras estratégias de qualificação de leads, irá garantir uma segurança para a equipe comercial atingir as metas rapidamente e assegurar o seu investimento nesta área.

E se usar prospecção ativa ou receptiva, sempre haverá a necessidade de uma qualificação humana, mesmo trabalhando com e-commerce.

E sempre lembre da dica do camelô que virou o cara do milhão: “Só não consegue os objetivos quem pretende dar o passo maior que a perna, quem acredita que as coisas são fáceis. Todas as coisas são difíceis, todas as coisas têm que ser lutadas”.

Boas vendas!

guia-pratico-de-email-marketing-ebook